As aventuras de Diana e Luca no Rio de Janeiro

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Cada um no seu quadrado

Ainda me lembro como se fosse ontem de quando o Luca me ignorou solenemente na adaptação na Park Preschool, de Nova York. Detalhe: sem falar uma única palavra de inglës, aos dois anos. Jamais me esquecerei também de que, na escola atual, o Big Baby chegou de van no primeiro dia, em fevereiro de 2007, sem a minha companhia. Esse é o Luca que conhecemos. A Diana que amamos do mesmo jeito é o oposto. Teve uma adaptação demoradinha na primeira escola, em agosto de 2008. E, parece, vai exigir um pouco mais da gente agora que vai estudar no colégio do irmão.

O fato é que a Di amava a escolinha da Gávea, era querida por todos, se sentia absolutamente confortável. Como eu, Diana leva um tempo para se acostumar com o novo. Hoje, no primeiro dia no lugar onde vai estudar até os 18 anos, entrava e saía da sala, para ter a certeza de que eu estava ali, na varanda, sob um calor de 43oC. Me pedia para ficar por perto, enquanto explorava cada detalhe, cada quebra-cabeça, cada brinquedo. Diferentemente do Luca, a Diana tem uma capacidade incrível - e invejável - de se entreter sozinha, de se concentrar. Mas é desconfiada em relação às novas amizades, é mais carente, mais dependente mesmo.

Sou uma otimista. Acho que amanhã tudo vai ser diferente. Vou acompanhar a Di, tomar um chá de sumiço por trës horas e trazë-la de volta para casa. Aliás, o Luca nunca amou o quarto dele como a Diana ama o dela. Basta se afastar por algumas horas que a menininha pede para voltar para as bonecas, os brinquedos, o mundo muito próprio e acolhedor. Aos poucos, eu sei, a escola será tudo isso também. Pode levar um tempo, mas os interesses vão se encaixar e a van passará a levar meus dois tesouros lindos, juntos, para um futuro brilhante, multicultural, sem fronteiras.

Marcadores: , ,

3 Comentários:

Blogger Kika Bastos disse...

essa fase de adaptação é muito chata (pras mães), mas é importante pra eles!! O meu filho, quando entrou no ano passado não me deu nenhum trabalho. A própria professora falou que ele "nasceu adaptado". E ontem, no seu primeiro dia de aula, ao contrário do que todo mundo previa, ele acuou...se agarrou nas minhas pernas e ficou! Vai entender?!?!

5 de fevereiro de 2010 11:19

 
Blogger a_girl_feeling disse...

Isso aew Cris, certeza que o futuro pleno tá logo ali!! :) bjssss

5 de fevereiro de 2010 13:39

 
Anonymous Anônimo disse...

a primeira semana do João na EAC foi super difícil. Teve um dia que fui embora chorando e tudo de lá. Hoje em dia ele chama a Escola Nova(a antiga) de "escolinha de bebê" e ama a atual. Cada um no seu tempo. Eles podem custar a se adaptar, mas tem que perseverar. A escola é bacana, o espaço incrível, que criança não gosta? bjos,Lu

7 de fevereiro de 2010 16:33

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

 
Free Web Counter
Website Hit Counters