As aventuras de Diana e Luca no Rio de Janeiro

domingo, 15 de fevereiro de 2009

Intuição

Desde a estréia da peça em abril de 2008, eu queria porque queria ver "Beatles num céu de diamantes", musical de Charles Moeller e Claudio Botelho. Nunca dava certo. Ou o Lúcio viajava, ou não havia mais ingresso, ou eu estava dura, ou me enrolava no trabalho, ou sei lá. Pois bem. Ontem, quando fui ao teatro com a Diana, arrisquei. Comprei um dos cinco últimos lugares no último dia de apresentação. Sim, hoje, domingo, foi a despedida do elenco que segue agora para São Paulo. (Atenção, Grazi e Thales!) Eu estava certa em arriscar. Nunca tinha visto nada igual, tamanho bom gosto, tamanho talento.

A nossa platéia ganhou um número extra no fim, algumas lágrimas no palco e um orgulhgo gigantesco. Nos agradecimentos, o ator Cristiano Gualda (irmão de uma amiga de escola, por acaso) anunciou que depois de São Paulo, o grupo iria para outras cidades brasileiras e, quem sabe, pelo mundo. É mesmo muito provável que eles façam sucesso em qualquer lugar do planeta.

Cristiano roteirizou o musical com o Charles Moeller, sem grandes preocupações em buscar um fio condutor. Cada letra é uma história ela própria - ou talvez exista alguma conexão. Talvez. Isso depende de quem está assistindo. Os autores sugerem que o espectador assista sob a ótica da "Alice no país das maravilhas". O fato é que os onze atores se revezam em pronúncias perfeitas de inglês e emocionam mesmo quem não é fanática por Beatles - como eu. As músicas não envelhecem, são de uma simplicidade, lembram a infância. Na peça, cenário e figurino acompanham essa doçura. E dá vontade de ver de novo, ver de novo...

Me lembrei de "Os meninos da rua Paulo", que assiti tanto na adolescência no Shopping da Gávea, que praticamente conhecia os atores. Com "Beatles..." poderia ser assim: um vício bom.

Marcadores:

1 Comentários:

Anonymous Anônimo disse...

Cris, é maravilhoso mesmo. Fui com o João no ano passado...Voce sabe que o João anda apaixonado pelos Beatles,né? Ele canta(do jeito dele) várias músicas e já disse que quando crescer quer cantar em uma banda, assim como o ídolo, John. Estivemos em Liverpool no ano passado e estamos todos nessa onda revival Fab4. Estou até lendo um livro de historias de bastidores da banda, muito legal. Para mim, os maiores de todos os tempos.
beijos, saudades, Lu
ps: mandei outro dia seu blog para uma amiga que vai a NY. ela ficou emocionada com suas dicas sobre a cidade...

16 de fevereiro de 2009 14:44

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

 
Free Web Counter
Website Hit Counters