As aventuras de Diana e Luca no Rio de Janeiro

domingo, 13 de junho de 2010

E chegou a hora

A Diana, que não aceita beijo de batom de jeito nenhum, pediu ontem pela primeira vez para pintar as unhas. De vermelho. O pai deu um salto da cama, proibiu de cara e a Di se contentou com uma base com brilho. Ela ainda teve coragem de perguntar se um rosinha estava valendo. Estava. Por isso, hoje de manhã, depois de acordar na casa da avó, saímos para comprar o Gatinha. O esmalte rosa claro da Impala se juntou a outros muitos que eu trago de viagem, compro na farmácia da esquina, pesquiso nas lojinhas. Como zilhões de mulheres, eu também estou viciada em cores exóticas de nomes esquisitos. Tenho a sorte de ter uma babá que faz um frila de manicure e a gente guarda em casa uma bandejinha que não faria feio em nenhum salão de shopping.

1 Comentários:

Anonymous Anônimo disse...

Que fofa a sua Diana. Lembra muito a nossa Manu, que volta e meia aparece cheia de brilho nos olhos e na boca. Essa idade é um charme, né?
Legal o blog, descobrimos hoje por acaso.

beijos, Lannoy

1 de julho de 2010 17:50

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

 
Free Web Counter
Website Hit Counters