As aventuras de Diana e Luca no Rio de Janeiro

sábado, 30 de abril de 2011

No sábado, Lúcio e eu tivemos reunião na escola das crianças. O Luca tem sempre a questão da infantilidade e da falta de atenção (mas tem também a doçura, o trato fácil, a esperteza nas perguntas e nas respostas, a criatividade e agora, pela primeira vez... apareceu o dom de atuar - sério, no teatrinho da aula de alemão!). A Diana é que surpreendeu. Falante, inteligente, competitiva, meio tímida, gosta de letras, música, artes, leitura, desenha super bem e de forma criativa, mas... é bra-va. Não aceita injustiça, não aceita ficar pra trás e, às vezes, quer dar as ordens. Chega a chorar de raiva. Pensando bem, se a pequena é assim em casa por que não seria na escola... O que tem me instigado desde então é a pergunta óbvia que todo pai se faz. Se os filhos são criados da mesma forma, como podem crescer tão diferentes.

Marcadores: , , ,

1 Comentários:

Anonymous Monica Mello disse...

Escorpiana Cris!

2 de maio de 2011 03:18

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

 
Free Web Counter
Website Hit Counters