As aventuras de Diana e Luca no Rio de Janeiro

terça-feira, 9 de junho de 2009

New York with Kids

Hoje me arrependo amargamente por não ter cnsiderado a ideia de escrever um livro a partir da experiência de criar um filho em Manhattan. Na verdade, deveria ter feito um guia para comprovar que NY é perfeita para crianças. Desde os atentados de 2001, houve uma virada e as famílias deixaram de procurar o subúrbio, preferiram se manter na cidade grande.

Tivemos o privilégio de morar três anos em um prédio de frente para o Hudson, ou seja, o Battery Park era o quintal de casa. O Luca se beneficiou muito de shows de fim de tarde no verão, de passeios de bicileta - e de atividades gratuitas realizadas pela prefeitura, como aulas de arte ao ar livre. Sem falar, é claro, de pracinhas com chão de borracha, brinquedos criativos e nenhum, nenhum vendedor de guloseimas trash à vista. O bichinho rodou muito naqueles 36 meses. Passávamos dias inteiros de turista, fora de casa, com ou sem neve, percorrendo cada cantinho, fazendo cada programa que a Time Out Kids ou que qualquer um recomendasse.

Pois, vou deixar aqui, uma lista de top 22 que me vêm à cabeça para quem se animar a levar seus filhotes na bagagem:

1) Museu de História Natural, para ver a baleia gigante, os ossos de dinossauros, o planetário, a lojinha, para tentar dormir por lá uma noite (tem de ter 8 anos, eu acho);

2) Teatro de marionetes do Sweedish Cottage, no Central Park, em frente ao Museu, onde é preciso fazer reserva por telefone;

3) Central Park, com destaque para quatro pontos:

- estátua de Alice e barquinhos no lago na altura da 72, se não me engano;

- região sul do parque, com o rinque de patinação (no inverno) ou o parque de diversões (no verão), de onde dá para observar o skyline de umas pedras radicais;

- CP Zoo, bem pequeno e fofo, pertíssimo da FAO Schwartz, a mais famosa loja de brinquedos de NY;

- Carrossel (me deu um branco porque não consigo me lembrar do lugar exato);

4) Bronx Zoo, para quem não tem preguiça de ir longe para encarar um safari;

5) Brooklyn Botanical Garden, também para os mais dispostos a sair do conforto de Manhattan, onde acontece uma exposição linda na época de Natal e ao longo do ano tem programação para a garotada (vejam o site);

6) Manhattan ou Brooklyn Children Museum: o Luca foi algumas vezes, mas me pergunto se a língua não pode ser um obstáculo;

7) Chelsea Piers, onde além de ter a vista do rio, é possível jogar boliche ou patinar no gelo;

8) Carrossel do Bryant Park, nos fundos da belíssima biblioteca da cidade, guardada por dois leões fazendo pose na escadaria;

9) MoMA with Kids: para os pais que se garantem no inglês, vale pesquisar as visitas guiadas para os pequenos, que ganham lápis e papéis para reproduzir as telas;

10) Restaurantes child-friendly: praticamente todos, mas destacaria o temático Mars 2012, o Bubbys (onde John John tomava brunch), o Bar Pitti (com cadeiras na calçada), vou pensar mais;

11) New Victory Theater: para mim, a maior joia da cidade, um lugar dedicado ao que há de mais inovador em teatro infantil, frequentemente habitado por companhias norueguesas, holandesas, australianas, o máximo dos máximos;

12) Broadway, tentando sempre os descontos do http://www.theatermania.com/ ou do http://www.broadwaybox.com/;

13) World Financial Center: pode soar estranho, mas se a mãe, por exemplo, quiser ir às compras na Century 21 ou na DSW, o pai pode levar a criança até o shopping em frente onde dá pra ver a marina, comer um hambúrguer no PJ Clarke e visitar uma loja maravilhosa de brinquedos educativos, a Boomerang;

14) Toys'r'Us: nem adulto resiste a uma voltinha na roda gigante dentro da loja e a testar todos os brinquedos do mundo sem que nenhum vendedor incomode;

15) Empire State ou Top of the Rock - acho que, além de nos deixar com a sensação de estarmos no "top of the world", o primeiro tem um simulador bem bacana;

16) Cinema da Broadway com 84, onde tem 3D e lançamentos;

17) Barnes & Nobles: qualquer livraria terá uma enorme área infantil, as crianças poderão mexer em todos os livros;

18) Aquário de NY: bem longe, de metrô, mas numa área kitsch, onde dá para experimentar o famoso cachorro-quente do Nathan's;

19) Estátua da Liberdade: um clássico;

20) Fuerza Bruta: essa é uma dica da Luisa, mãe do João. Os dois foram ver juntos e deu super certo;

21) Atravessar a Ponte do Brooklyn a pé, desde que o pequeno não seja assim tão pequeno ou ainda esteja no carrinho. Vale imprimir um mapinha para chegar depois ao Bklyn Ice Cream Factory, de onde se tem uma vista linda de Manhattan;

22) Prospect Park, Brooklyn: tem tudo que o CP tem com um charme a mais por ficar fora do circuito turístico.

P.S.: Escrevi tudo de cabeça, ou seja, vou tentar atualizar e incluir alguns site para pesquisa. Espero que aproveitem mesmo assim. E que façam o que fizemos por três anos: bater perna na rua!

Marcadores: , ,

2 Comentários:

Blogger Paloma, a mãe disse...

Ótimas dicas! Que privilégio ter morado lá com as crianças, hein? Beijos

10 de junho de 2009 10:18

 
Anonymous Isabella disse...

Moramos na área metroploitana de DC mas não aproveito muito... Trabalho de casa então não estou livre sempre mas agora que meu Filhote tem 5 anos, quero fazer mais coisas culturais com ele!

Ótimas suas dicas! Quero muito ir a NY de novo!

10 de junho de 2009 21:39

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

 
Free Web Counter
Website Hit Counters