As aventuras de Diana e Luca no Rio de Janeiro

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Nova fase

Houve uma época em que eu tinha a impressão de que a Diana era mais agarrada com a gente do que o Luca. Não sei se ainda penso assim. Nas duas últimas festas infantis, a primeira comigo e a segunda com a Jô, a Di ficou praticamente todo o tempo sozinha. Pedia a ajuda dos animadores, subia e descia dos brinquedos sem medo, se divertia com o irmão, com crianças nunca antes vistas, lanchava sem o apoio de ninguém.

Eu sei que é o máximo ver que ela realmente aprendeu a se virar - mas, no sábado, levei um susto quando a vi de unhas... amarelas. Eu conversava animadamente com as mães dos amigos do Luca, de olho na Di que estava com a moça das tatuagens coloridas. Ao notar um vidrinho de es-mal-te e duas mãozinhas esticadíssimas, corri. Era tarde, a primeira camada já tinha sido passada. E a foto foi devidamente tirada para a eternidade.

- Pelo menos a Di não escolheu cor de rosa, café, chocolate, vermelho... Amarelo é mesmo uma brincadeira! - tentei convencer o Lúcio, de semblante preocupado.

Marcadores: ,

1 Comentários:

Anonymous Anônimo disse...

Amarelo tá ótimo...Alice já pintou de preto. E adorou, ficou se achando o máximo. Só espero que ela não vire punk.
Bjs, Fernanda

7 de agosto de 2009 15:24

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

 
Free Web Counter
Website Hit Counters