As aventuras de Diana e Luca no Rio de Janeiro

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Light weekend

Nada muito novo. Chá de fralda em um apê delicioso na Urca, Diana dormindo na casa dos avós pela primeira vez!, almocinho no Wasabi da Barra, cinema para ver o recomendadíssimo "Simonal", pizza na Stravaganze, arrumações em casa, Luca passando o domingo na casa de amigo, amigos nossos dividindo uma picanha na nossa supercozinha, família reunida numa festa de criança no Jockey. Tudo simples, mas tudo muito bom - especialmente a alegria da Diana em compartilhar o quarto com os avós, sem sentir a menor falta da gente. Coisa mais querida e independente!

Marcadores: , ,

Meza Bar

Fazia tempo que eu não jantava em um restaurante realmente novo. Na última quarta-feira, reencontrei amigas que eu não via há seis anos (desde o nascimento do Luca, quando a vida social mudou de rumo) no Meza Bar, em Botafogo. Ambiente confortável e moderninho, comidinhas e drinques de primeira. Mais a leve sensação de que muita gente com quem eu convivia em uma outra época ainda hoje mantém a rotina de sair para se divertir, durante a semana, sem culpa.

Marcadores:

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Programão

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Pra eu não esquecer

Diana e eu fomos à pediatra hoje, fazer um check up pré-férias. A pequena está ótima: turrona, bem humorada, falante, determinada e desconfiada. Tem tido alguns pesadelos terríveis (como diria o Luca) e tem acordado os pais de madrugada.

- Pelo que você me diz, a imaginação é fértil... e muito provavelmente se manifesta no inconsciente também - tenta me confortar, a Dra. Beth.

Noites melhores virão, eu espero. Enquanto isso, no caderninho virtual, eu anoto: 95 cm + 13,9 kg. Not bad.

Marcadores: , ,

terça-feira, 23 de junho de 2009

Sem medo de ser feliz

video

Auto-estima

Eu sempre digo que, com pais babões como Lúcio e eu, Diana e Luca muito dificilmente crescerão inseguros. O vídeo acima é uma colagem de três momentos desse primeiro semestre de 2009. Mostra bem a paixão pelo balé, a porção repórter e o amor pelos bichos que reinam nessa família.

Marcadores: , ,

domingo, 21 de junho de 2009

Luca Bento

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Não deixe de ver!

Para quem é casado, já foi ou pensa em ser um dia. É obrigatório ver "A história de nós 2", no Teatro Cândido Mendes, em Ipanema. Como disse uma amiga minha, parece que a autora espiou dentro da nossa casa. O diretor é craque (Ernesto Piccolo, que comandou "Divâ" no teatro) e a atriz é a loiríssima Alexandra Richter, um charme. Os diálogos da comédia romântica, impossível não se identificar com eles! Corram!



P.S.: Como o Marcelo Valle está gravando a novela do Manoel Carlos, o próprio Piccolo faz o protagonista, igualmente bem, eu achei.

Marcadores: ,

Interior de SP

Se alguém, algum dia, por algum motivo, viajar para Sorocaba, como eu fiz essa semana, segue a dica de um restaurante que seria gostoso em qualquer lugar do mundo: Chácara Santa Victoria. Muito espaço, bem família, pizza fininha para jantar, buffet delicioso para almoçar. Ah, prefere um churrasco de responsa? Ok Grill na veia! Difícil trabalhar assim, de barriga cheia. :-)

Marcadores: ,

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Eu vi e adorei



Não sei se foi porque estudei na PUC-RJ, ou porque também me achava super madura na faculdade e reconheci alguns diálogos de pilotis, ou porque os atores estão excelentes do começo ao fim, ou porque a música e a edição me agradaram, ou porque gosto de filmes despretenciosos assim. Me deu vontade de ver "Houve uma vez dois verões", do Jorge Furtado, de novo.

Marcadores:

Ben 10 aos 15

E o Ben 10, hein? Vai fazer 15 anos na estreia da temporada no dia 19. Será que estamos preparados? Serão dez novos alienígenas. Aqui em casa, não se fala em outra coisa!

Marcadores: ,

domingo, 14 de junho de 2009

Para comparar: NY, maio de 2006


Para completar

Depois de a família unida almoçar galeto com farofinha de ovo em um "sujinho" simpático no Parque das Rosas (shopping na Barra mesmo), Lúcio foi trabalhar, Diana dormiu sob os cuidados da babá e eu fui ao teatro com o Luca: "Sítio do pica-pau amarelo - O Musical". Não deixem de ir. Tá, todo mundo vai dizer que faria a adaptação diferentemente, talvez com menos personagens, mas é emocionante de qualquer forma ver uma história que diz tanto para nós, adultos, quanto para nossos filhos. Eu sempre quis ser a Narizinho, o Luca se acha o próprio Pedrinho quando vai para a fazenda do avô - e nós dois adoramos a Cuca. Acho o máximo poder conversar de igual para ele, o Baby se sente importante. Para comemorar, depois da peça, fomos ao Kone Store e tomamos um capuccino no novo Vanilla Café da Cupertino Durão. Delícia. Agora, quase 23h, o Luca está no décimo sono enquanto a Diana está deitada na sala, alerta, bem humorada, cantando como sempre. Para tudo, ela tem uma música.

Marcadores: ,

Foto do dia

Enchanted

Depois de três dias chuvosos e de trabalho (apesar do feriado...!), tiramos a barriga da miséria e as crianças de casa. Acordamos cedo, tomamos café no Talho e atravessamos o túnel. Num dia de sol e um certo frio, o Bosque da Barra parecia um mini Central Park. Me pergunto por que demoramos tanto a ir lá: alamedas limpíssimas, muito verde, pouco barulho, laguinhos, pontes, micos, brinquedos para as crianças. Luca ficou muito tempo pendurado em árvore. Uma delícia. Imagino que seja um programa de índio no verão, mas, nessa época de quase inverno, recomendo muito.

Marcadores: ,

BB





quarta-feira, 10 de junho de 2009

Adoraria, mas não poderei ir...!


terça-feira, 9 de junho de 2009

New York with Kids

Hoje me arrependo amargamente por não ter cnsiderado a ideia de escrever um livro a partir da experiência de criar um filho em Manhattan. Na verdade, deveria ter feito um guia para comprovar que NY é perfeita para crianças. Desde os atentados de 2001, houve uma virada e as famílias deixaram de procurar o subúrbio, preferiram se manter na cidade grande.

Tivemos o privilégio de morar três anos em um prédio de frente para o Hudson, ou seja, o Battery Park era o quintal de casa. O Luca se beneficiou muito de shows de fim de tarde no verão, de passeios de bicileta - e de atividades gratuitas realizadas pela prefeitura, como aulas de arte ao ar livre. Sem falar, é claro, de pracinhas com chão de borracha, brinquedos criativos e nenhum, nenhum vendedor de guloseimas trash à vista. O bichinho rodou muito naqueles 36 meses. Passávamos dias inteiros de turista, fora de casa, com ou sem neve, percorrendo cada cantinho, fazendo cada programa que a Time Out Kids ou que qualquer um recomendasse.

Pois, vou deixar aqui, uma lista de top 22 que me vêm à cabeça para quem se animar a levar seus filhotes na bagagem:

1) Museu de História Natural, para ver a baleia gigante, os ossos de dinossauros, o planetário, a lojinha, para tentar dormir por lá uma noite (tem de ter 8 anos, eu acho);

2) Teatro de marionetes do Sweedish Cottage, no Central Park, em frente ao Museu, onde é preciso fazer reserva por telefone;

3) Central Park, com destaque para quatro pontos:

- estátua de Alice e barquinhos no lago na altura da 72, se não me engano;

- região sul do parque, com o rinque de patinação (no inverno) ou o parque de diversões (no verão), de onde dá para observar o skyline de umas pedras radicais;

- CP Zoo, bem pequeno e fofo, pertíssimo da FAO Schwartz, a mais famosa loja de brinquedos de NY;

- Carrossel (me deu um branco porque não consigo me lembrar do lugar exato);

4) Bronx Zoo, para quem não tem preguiça de ir longe para encarar um safari;

5) Brooklyn Botanical Garden, também para os mais dispostos a sair do conforto de Manhattan, onde acontece uma exposição linda na época de Natal e ao longo do ano tem programação para a garotada (vejam o site);

6) Manhattan ou Brooklyn Children Museum: o Luca foi algumas vezes, mas me pergunto se a língua não pode ser um obstáculo;

7) Chelsea Piers, onde além de ter a vista do rio, é possível jogar boliche ou patinar no gelo;

8) Carrossel do Bryant Park, nos fundos da belíssima biblioteca da cidade, guardada por dois leões fazendo pose na escadaria;

9) MoMA with Kids: para os pais que se garantem no inglês, vale pesquisar as visitas guiadas para os pequenos, que ganham lápis e papéis para reproduzir as telas;

10) Restaurantes child-friendly: praticamente todos, mas destacaria o temático Mars 2012, o Bubbys (onde John John tomava brunch), o Bar Pitti (com cadeiras na calçada), vou pensar mais;

11) New Victory Theater: para mim, a maior joia da cidade, um lugar dedicado ao que há de mais inovador em teatro infantil, frequentemente habitado por companhias norueguesas, holandesas, australianas, o máximo dos máximos;

12) Broadway, tentando sempre os descontos do http://www.theatermania.com/ ou do http://www.broadwaybox.com/;

13) World Financial Center: pode soar estranho, mas se a mãe, por exemplo, quiser ir às compras na Century 21 ou na DSW, o pai pode levar a criança até o shopping em frente onde dá pra ver a marina, comer um hambúrguer no PJ Clarke e visitar uma loja maravilhosa de brinquedos educativos, a Boomerang;

14) Toys'r'Us: nem adulto resiste a uma voltinha na roda gigante dentro da loja e a testar todos os brinquedos do mundo sem que nenhum vendedor incomode;

15) Empire State ou Top of the Rock - acho que, além de nos deixar com a sensação de estarmos no "top of the world", o primeiro tem um simulador bem bacana;

16) Cinema da Broadway com 84, onde tem 3D e lançamentos;

17) Barnes & Nobles: qualquer livraria terá uma enorme área infantil, as crianças poderão mexer em todos os livros;

18) Aquário de NY: bem longe, de metrô, mas numa área kitsch, onde dá para experimentar o famoso cachorro-quente do Nathan's;

19) Estátua da Liberdade: um clássico;

20) Fuerza Bruta: essa é uma dica da Luisa, mãe do João. Os dois foram ver juntos e deu super certo;

21) Atravessar a Ponte do Brooklyn a pé, desde que o pequeno não seja assim tão pequeno ou ainda esteja no carrinho. Vale imprimir um mapinha para chegar depois ao Bklyn Ice Cream Factory, de onde se tem uma vista linda de Manhattan;

22) Prospect Park, Brooklyn: tem tudo que o CP tem com um charme a mais por ficar fora do circuito turístico.

P.S.: Escrevi tudo de cabeça, ou seja, vou tentar atualizar e incluir alguns site para pesquisa. Espero que aproveitem mesmo assim. E que façam o que fizemos por três anos: bater perna na rua!

Marcadores: , ,

domingo, 7 de junho de 2009

www.BichinhoDoMato.com





Sol e mar

Tenho um amigo que brinca que, um dia, a mulher vai se cansar dele e a ele não restará alternativa a não ser se mudar para... Paquetá. Não me pergunte por que o D. escolheu a ilha da Moreninha. Mas, hoje, surfando pelo www.rioetc.com.br, descobri um passeio que deve ser delicioso:





Alguém conhece? Pelo que apurei, a viagem da barca das 10h30 do último domingo de cada mês é acompanhada de uma roda de chorinho da Escola Portátil de Música. Imagina só que coisa mais gostosa...! A dica é confirmar os detalhes nas Barcas SA e chegar cedo à Praça XV. O passeio, parece, é novidade só para mim. :-)

Marcadores:

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Carioca em São Paulo

Então a gente "teve" de ir a Sampa. Para minha alegria. (Eu cheguei à uma triste conclusão. Como o Lúcio vive viajando a trabalho e tem a oportunidade de conhecer lugares incríveis, eu fico somente na vontade, trabalhando em frente ao computador. Por isso, sou tão ansiosa quanto às viagens. Quero aproveitar ao máximo, enquanto ele quer mais é descansar.) Mas então... Um amigo querido se casou no sábado à gente no Alto de Pinheiros.

Lúcio e eu ficamos com as crianças de manhã, pegamos a ponte das 15h40 - e chegamos a tempo de almoçar no Condessa - restaurante dos donos da Mercearia do Conde. Foi como voltar no tempo. Logo que começamos a namorar, o Lúcio me apresentou à Mercearia e me apaixonei.

Os dois lugares são charmosos e caros. Merecem uma visita pela decoração e pela comida. O Lúcio apostou no clássico: nhoque na cestinha de parmezão. Eu fui numa salada verde com quiche de queijo de cabra. Tomei um suco de abacaxi, gengibre, limão, uma coisa. Tudo de melhor num lugar só.

Marcadores: ,

terça-feira, 2 de junho de 2009

SP1: Condessa

Marcadores: ,

Meu dia de beauté

Antes de embarcar para SP, fiz uma escova esperta em casa. Para não perder tempo na terra da garoa, fui decidida a fazer a minha própria maquiagem. Não é que gostei do resultado?! Curti separar os produtos em uma frasqueirinha, adorei espalhar tudo em uma toalha, amei estrear pincéis que nem sabia que tinha. :-) Por que não fui vaidosa desde sempre?! As meninas do meu trabalho usam maquiagem e nem 25 anos têm!

Marcadores:

SP2: Get ready!




Quem sabe que olhos fui eu mesma que fiz?

Marcadores:

Até as 4h

Fazia tempo que Lúcio e eu não aproveitávamos uma festa até as quatro da madrugada. Foi o que aconteceu no casamento de sábado, celebrado em um antigo cassino de SP. A cerimônia civil foi rapidíssima. Os noivos entraram ao som dos Beatles e de rock moderno inglês. O juiz falou pouco, deixou os discursos para os dois melhores amigos do casal. Um dos "best men" é ator e fez uma apresentação (!) maravilhosa. O outro é jornalista, foi mais detalhista e falou por mais tempo. Houve aplausos, gritinhos histéricos, uma cerimônia pouco convencional enfim.

Do jardim para os salões de festa, com sofás enormes, pufes, balões de tamanhos diversos em forma de coração, música moderna, comidinhas elegantes, doces lindíssimos, espumante, uísque à vontade. E um papo ótimo com gente de SP, RJ, BH, Brasília. Eu trabalho há treze anos na mesma empresa, então, esse pessoal já é mais amigo do que colega.

Marcadores: ,

SP3: O casal no casamento

MLP

Eu tenho muitos defeitos. Um deles é não conseguir desacelerar. Fico angustiada se passar tempo demais em um quarto de hotel, por exemplo. Quando viajo, quero passear, aproveitar etc. Então, nesse domingo, abri mão do café, dormi até mais tarde, fiz check in e saí com o Lúcio para o Museu da Língua Portuguesa. Recomendo fortemente. O cineminha e a apresentação de poemas e canções na Praça da Língua são aperitivos emocionantes para instalações super inspiradas sobre a história da nossa língua. Crianças e adultos gostam da viagem. Não dá pra perder. Sem falar da Estação da Luz, lindíssima, como mostra a foto abaixo.

Marcadores: ,

SP4: Museu da Língua Portuguesa


Marcadores:

Do outro lado da rua

Quando a gente sai do museu, dá de cara com a Pinacoteca. Eu tinha muita vontade de conhecer e carreguei o Lúcio para lá. Vi obras de Auguste Rodin, quadros de artistas brasileiros e paulistas, uma grande paixão pela cidade de São Paulo, fotos lindas de Olivia Gay e Luiz Braga. Ainda deu tempo de tomar um capuccino na cafeteria que dá para uma praça de esculturas ao ar livre - antes de almoçar na casa de amigos construída por ninguém menos do que www.isayweinfeld.com/site. Sem palavras. SP é outro nível, não tem jeito.

Marcadores: ,

SP5: Pinacoteca


Marcadores: ,

 
Free Web Counter
Website Hit Counters